João Sousa chamado a abrir a eliminatória diante do Cazaquistão

Por Bola Amarela - 31 janeiro, 2019

É João Sousa, número um nacional e 39.º do ranking mundial, quem vai abrir as hostilidades da eliminatória frente ao Cazaquistão, em Astana, já esta sexta-feira, num compromisso em que está em jogo o acesso ao Grupo Mundial da Taça Davis 2019.

O vimaranense de 29 anos vai medir forças com o número dois cazaque, Alexander Bublik, 171.º do ranking mundial, no primeiro de dois encontros de singulares realizados nesta sexta-feria, à melhor de três sets.

O segundo jogador nacional a entrar em campo, ditou o sorteio realizado na madrugada desta sexta-feira, é Pedro Sousa, número dois português, para defrontar o número um do país anfitrião, Mikhail Kukushkin, 52.º ATP.

No sábado, último dia da eliminatória, a jornada arranca com os pares, sendo chamados ao court João Sousa e Gastão Elias para enfrentarem o par composto por Aleksandr Nedovyesov e Timur Khabibulin. Seguem-se os últimos encontros de singulares, com os números um e os números dois de cada país a enfrentarem-se, João Sousa contra Kukushkin e Pedro Sousa diante de Bublik.

Rui Machado, capitão da seleção nacional, levou até ao Cazaquistão João Sousa, Pedro Sousa, João Domingues e Gastão Elias.

Pela terceira vez na história do ténis nacional, depois de 1994 e 2017, Portugal vai tentar aceder ao Grupo Mundial e, de acordo com o novo formato da prova, garantir um lugar entre as 18 nações que vão disputar a Final da Taça Davis, entre os dias 18 e 24 de novembro, em Madrid.