Insultos, imitações, serviços por baixo e 24 breaks: Bertens bateu Errani mas aconteceu de tudo

Insultos, imitações, serviços por baixo e 24 breaks: Bertens bateu Errani mas aconteceu de tudo

Por José Morgado - setembro 30, 2020
bertens

Kiki Bertens, número oito do ranking mundial e uma das jogadoras (inicialmente) a ter em conta para as rondas finais de Roland Garros, apurou-se esta quarta-feira para a terceira ronda em Paris, num dos encontros mais inacreditáveis desta edição da prova. A holandesa eliminou a qualifier italiana Sara Errani, ex-top 5 WTA e finalista do torneio em 2012, por 7-6(5), 3-6 e 9-7, em 3h10, num encontro com 24 quebras de serviço.

Pelo meio, houve de tudo: Errani serviu três vezes para ganhar o encontro no terceiro set, dispôs de um match point e serviu por baixo dezenas de vezes ao longo do encontro. Apesar de tudo, disparou na mesma 14 duplas faltas e só venceu 18 por cento dos pontos com o seu segundo serviço. Houve ainda tempo para muitos pedidos de assistência médica por parte de Bertens — que pareceu em claras dificuldades físicas e teve de ser assistida durante largos minutos depois do encontro — e para imitações de Errani, que não gostou de ver a adversária com cara de dor mas a correr a todas as bolas.

Para remate final, Errani saiu do court sem cumprimentar Bertens e a gritar ‘VAFFANCULO‘. Em bom italiano: ‘vai-te fo…”.

Os clipes que se seguem servem para tentar ajudar a perceber aquilo que se passou.

 

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.