Hewitt: «De Minaur tem algo especial, vai ser top 8 seguramente»

Por José Morgado - 28 novembro, 2018

Lleyton Hewitt, selecionador australiano da Taça Davis e uma espécie de mentor de Alex De Minaur — jogaram juntos a competição de pares do Millennium Estoril Open — acredita que o jovem de apenas 19 anos tem estofo para a aguentar a pressão do seu novo estatuto de número 1 australiano durante o quente verão australiano.

“O Alex terá certamente um desafio que o pressionará, especialmente porque está próximo de ser cabeça de série em janeiro no Australian Open. Com isso, surge a pressão e a expectativa de jogar em casa com muitas esperanças para as pessoas, mas acho que é algo que também o vai alavancar. Acho que pode inclusive ajudá-lo um pouco”, disse o ex-número 1 do Mundo, em entrevista ao jornal australiano ‘The Age’.

Lleyton fala de De Minaur com muito carinhho. “Ele tem algo em especial. Algo a mais do que os outros. Além disso, fez um trabalho fantástico este ano e, certamente, estará entre os oito melhores do Mundo. Ele tem uma grande cabeça, é um enorme lutador, tem um grande ténisem todas as superfícies e quer melhorar a cada momento”, finalizou.

De Minaur vai começar 2019 em Brisbane e Sydney, onde defende logo muitos pontos, referentes às meias-finais e finais, respetivamente, alcançadas nesses torneios em 2018.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.