Halep e o futuro do ténis: «Devemos fazer o que for melhor a longo prazo»

Halep e o futuro do ténis: «Devemos fazer o que for melhor a longo prazo»

Por Tiago Ferraz - junho 11, 2020
halep-ao

A tenista romena Simona Halep deu uma entrevista ao The New York Times onde falou sobre o futuro do ténis e tocou em pontos particulares com, por exemplo, o US Open.

“Definitivamente tenho dúvidas em relação a irmos (para Nova Iorque) com estas condições. Não só porque estamos a meio de uma pandemia a nível mundial, mas também pelo risco que pressupõe viajar, ter uma potencial quarentena e também temos que ter em conta as eventuais alterações que possam existir ao redor do torneio quando for jogado. Estamos habituados a que se façam coisas muito diferentes e não seria uma transição nada fácil para ninguém e o nosso corpo vai senti-lo”, salientou.

Simona Halep reconhece os enormes (e potenciais) riscos que podem existir, mas diz que o dinheiro fala mais alto:

“Sei que economicamente era muito bom para os patrocinadores que o torneio se realizasse, sei que há muitos jogadores sem trabalho neste momento, mas esta seria uma decisão muito pessoal que deve ser tomada. É importante que entendamos que cada pessoa tem as suas necessidades, as suas próprias circunstâncias e devemos fazer o que seja melhor para a nossa saúde e pensar na nossa carreira a longo prazo”, afirmou, citada pelo Punto de Break.

 

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.