Guarda-costas de Federer: «Um dos poucos com pés assentes no chão»

Por Bola Amarela - novembro 6, 2019
federer

O site espanhol ‘Punto de Break’ foi ao encontro de Juan, o chefe de segurança do ATP 500 de Basileia, que tradicionalmente durante a semana da prova helvética assume as funções de guarda-costas de Roger Federer, uma função teoricamente trabalhosa tendo em conta a popularidade do tenista de Basileia no seu país. Juan, um suíço filho de pais espanhóis, assegura que trabalhar com o campeoníssimo não é assim tão complicado.

“Conheço o Federer há muitos anos. Contactei com ele pela primeira vez há mais de 10 anos e desde o primeiro momento foi uma pessoa muito acessível e fácil no trato. Algo invulgar para miúdos daquela idade. Estudei as rotinas dele, a sua forma de ser, mas ele foi sempre muito focado, educado e prepara todos os encontros com a mesma seriedade”, assegurou o segurança.

Juan fala ainda da humildade do suíço de (agora) 38 anos. “Há clientes que colocam muitas barreiras, são frios e complicados, mas o Roger não é nada disso. É um dos poucos tenistas com os pés assentes no chão. Ele tem milhões de euros no banco e tu não percebes isso na forma como ele fala ou trata quem o rodeia. Isso diz muito sobre a pessoa”, disparou.

Bola Amarela