Granollers foi abordado três vezes pela polícia enquanto treinava

Granollers foi abordado três vezes pela polícia enquanto treinava

Por Bola Amarela - maio 6, 2020
granollers

Não estão fáceis as coisas na retoma espanhola: Marcel Granollers, número 16 mundial de pares, viveu um dia bem complicado, ao ser abordado na praia pela polícia em três ocasiões, enquanto tentava treinar na companhia do seu preparador físico, Sergi Valldaura, em Castelldefels, na Catalunha.

Em Espanha, os tenistas só podem voltar ao court no dia 11, mas os atletas profissionais podem fazer atividade física de outro tipo. Granollers treinava por volta das 12h15 e revelou que teve de ouvir a repreensão de algumas pessoas que se cruzaram com ele. As pessoas acusavam-no de não estar a seguir as regras aplicadas para todos, quando na verdade o tenista tem estatuto especial por ser atleta de alta competição.

Quinze minutos depois, apareceram os dois primeiros polícias: “Perguntaram-me o que é que eu estava a fazer na praia e eu garanti-lhes que tinha permissão como atleta. Mostrei-lhes o documento pelo telemóvel”. Os agentes confirmaram a versão de Granollers junto da sede da polícia, mas o problema surgiu quando se aperceberam de que o seu treinador não estava oficialmente credenciado.

Pouco tempo depois, dois outros membros da polícia da Catalunha, à paisana, entraram em cena e questionaram o tenista. A terceira interrupção por ‘obra’ da Polícia Rural, que parou o jogador: “Eles disseram-me diretamente que, se eu não soubesse o horário para praticar desporto e tivesse que responder, que é claro que poderia treinar ao ar livre de acordo com os regulamentos sendo atleta”.

Bola Amarela