Gilles Simon e o AO: «Podemos encontrar um perito que diga que a qualidade do ar é boa, certo?»

Gilles Simon e o AO: «Podemos encontrar um perito que diga que a qualidade do ar é boa, certo?»

Por Tiago Ferraz - janeiro 14, 2020
ATP 500 - Fever-Tree Championships
Tennis – ATP 500 – Fever-Tree Championships – The Queen’s Club, London, Britain – June 23, 2019 France’s Gilles Simon during the final against Spain’s Feliciano Lopez Action Images via Reuters/Tony O’Brien – RC12209F6DD0

O tenista francês Gilles Simon mostrou-se incomodado com o facto da organização do Australian Open ter dar inicio à fase de qualificação da prova tendo em conta a fraca qualidade do ar existente por força dos muitos incêndios que assolam o país:

«Quando encontramos médicos que afirmam que jogar a 45 graus no Open da Austrália não é perigoso e árbitros que dizem que a relva de Wimbledon não escorrega…Também podemos encontrar um perito que diga que a qualidade do ar é boa, certo?», ironizou.

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.