Final entre Federer-Djokovic será histórica independentemente do resultado

Por Nuno Chaves - 14 julho, 2019

Continua a contagem decrescente para a grande final de Wimbledon, que tem como protagonistas Roger Federer Novak Djokovic. O suíço luta pelo nono título no All England Club, 21.º no total, já o sérvio procura vencer pela quinta vez no Major britânico e conquistar o 16.º no total.

Ainda assim, há algo que já é certo independentemente do resultado: a final entre Federer, de 37 anos e Djokovic, de 32, vai ser a mais velha… da história de Wimbledon. Até então, o anterior recorde pertencia à final de 2017 entre Federer, que na altura tinha 35 anos e Marin Cilic, então com 28.

Mas esta final entre Federer e Djokovic é também a segunda mais velha de sempre da Era Open, apenas superada pela final do Australian Open de 1972 entre Ken Rosewall (37 anos) frente a Mal Anderson (36 anos).

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.