Federer: «Wimbledon é o lugar ideal para terminar a minha carreira»

Por Nuno Chaves - 12 janeiro, 2019

O anúncio do final de carreira de Andy Murray marcou não só a modalidade como o desporto em geral. Roger Federer, número três mundial, deu uma entrevista à CNN durante a semana quando ainda ninguém sonhava da decisão do britânico, no entanto, as palavras do suíço acabam por se interligarem no discurso de Murray num ponto: Wimbledon.

Federer falou sobre o local ideal para terminar a carreira. “Não pensei muito em relação a quando e onde me vou retirar mas sei que está perto. Tenho muitos lugares que são especiais para mim e que seriam bons para me retirar, mas creio que Wimbledon é o lugar ideal. Vivi coisas muito especiais na minha carreira desportiva”, reconheceu o tenista de 37 anos, que afirmou ainda avisar com antecedência a sua retira para não surpreender ninguém.

Quanto ao dia em que anunciar o final de carreira, Federer espera um momento que não seja idêntico ao de Murray. “Sei que a minha despedida vai ser muito emotiva porque joguei muitos anos ténis e creio que dei grandes coisas ao desporto. Creio que o momento devia ser um dia de celebração e não um funeral. Enquanto tiver saúde e me continue a divertir ainda vão ter um pouco de Roger. O tempo dirá até onde chego”, concluiu.

 

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.