Federer relembra o jogo frente a Haas que mudou a sua carreira: «Aquela direita deu-me o que procurava»

Federer relembra o jogo frente a Haas que mudou a sua carreira: «Aquela direita deu-me o que procurava»

Por Nuno Chaves - junho 3, 2019
haas-federer
during the ***** match against ***** on day nine of the French Open at Roland Garros on June 1, 2009 in Paris, France.

O encontro entre Roger FedererTommy Haas referente aos oitavos de final de Roland Garros em 2009 é um daqueles que vai ficar para sempre na memória dos amantes da modalidade.

Depois da eliminação surpreendente de Rafa Nadal frente a Robin Soderling, o suíço tinha o caminho aberto para vencer pela primeira vez o Grand Slam francês mas as coisas estiveram bem complicadas. Federer esteve a perder por 6-7, 5-7 e 3-4 e chegou a evitar um break point para evitar o 3-5 para Haas no terceiro set.

Federer salvou o break point com uma direita cruzada após um segundo serviço, acabou por recuperar e vencer o duelo (e o torneio, posteriormente) e, este domingo após o triunfo sobre Leo Mayer, relembrou este duelo histórico, que fez 10 anos dia 1 de junho.

“Lembro-me de uma forma muito clara. Nesse momento não estava a pensar em ganhar Roland Garros. Estava atrás no marcador mas quando meti essa direita, pela primeira vez no jogo senti que uma pancada me dava o objetivo que procurava. Sabia o que salvar um break point podia fazer”, admitiu o helvético.

“Quando ganhei esse ponto fui para vantagens e pensei para mim mesmo: ‘Espero que isto que aconteceu seja um grande momento para recordar um dia’. Tentei recuperar. Não pensei que ia ganhar nove jogos seguidos porque estava a custar-me muito, mas senti-me muito aliviado de ter feito aquela bola”, recordou Federer.

Federer contou ainda um episódio decorrido durante a última sexta-feira. “Quase que mandei uma mensagem ao Tommy, porque sabia que faziam 10 anos daquele momento, mas não o fiz. Senti que talvez não fosse o mais correto mas o pensamento esteve aí”, admitiu num tom muito bem disposto.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.