Federer e os «cinco minutos cruciais» que mudaram o rumo da final com Thiem em Indian Wells

Por Nuno Chaves - 22 março, 2019

A final do ATP 1000 de Indian Wells continua a dar que falar. Roger Federer foi derrotado por Dominic Thiem, num encontro onde o tenista suíço revelou graves problemas no capítulo da conversão de break points, já que aproveitou apenas duas de onze oportunidades.

O jogador de 37 anos, que se encontra em Miami, recordou a final e admitiu que podia ter feito determinadas coisas de uma forma diferente. “Penso que no jogo em que me fez break no segundo set não servi bem, por isso, acho que ele tirou vantagem disso. Ele estava a favor do vento e isso pode tê-lo ajudado um pouco mas crédito para ele por ter lutado nesse jogo em 2-1. Podia ter feito break no jogo anterior, mas ele conseguiu manter o serviço e fez logo a seguir o break”, explicou em declarações recolhidas pelo site tennisworldusa.

Para Federer esse foi o momento de mudança. “Penso que esses cinco minutos foram muito importantes para o jogo. Foi crucial. Penso que fiz alguns erros na forma como servi, como construí os pontos. Mas ele esteve muito bem”, admitiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.