Djokovic tem opinião diferente de Nadal: «Não vejo motivo para continuarmos com 5 sets em Grand Slams»

Djokovic tem opinião diferente de Nadal: «Não vejo motivo para continuarmos com 5 sets em Grand Slams»

Por Nuno Chaves - novembro 16, 2020
Nadal-Londres
Rafael Nadal of Spain and Novak Djokovic of Serbia in action during practice

A possibilidade dos Grand Slams se jogarem à melhor de três sets tem estado a ser debatida esta semana em Londres e se Rafa Nadal se mostrou totalmente contra, o mesmo não se pode dizer de Novak Djokovic.

O número um mundial abriu a porta a uma mudança de formato nos principais torneios do circuito mundial. “Concordo em se jogar à melhor de três sets em todo o lado, apesar dos Grand Slams terem sido sempre à melhor de cinco. Historicamente sempre foi assim, por isso, não há possibilidade de mudança. Creio que já temos suficientes torneios e jogos ao longo do ano. Temos a temporada mais longa de qualquer desporto do mundo, desde 1 de janeiro até ao final de novembro. Literalmente todas as semanas há algum torneio em alguma parte do mundo”, disse em conferência de imprensa, após a estreia tranquila nas ATP Finals.

“Não vejo motivo para continuarmos a jogar à melhor de cinco sets, a não ser pela causa histórica, sempre foi assim e é uma tradição. Penso também que ao dia de hoje, o tipo de atenção dos adeptos mais jovens é menor. Para que possamos melhorar o produto que é o ténis, a nível comercial e de marketing, devemos adaptar às necessidades dos mais jovens”, continuou a sua explicação.

A justificação continuou. “Infelizmente temos uma estatística que é um pouco alarmante, um estudo que mostrou que a idade média do adepto de ténis é de 61 anos. Creio que temos de mudar algo. Está claro que somos um desporto que sempre quis manter a tradição, algo que respeito, mas ao mesmo tempo não tivemos a possibilidade de explorar novas opções. Nunca entrámos nesse terreno. Cada vez que se menciona não vejo grandes apoios, não vejo vontade em pensar, de forma estratégica, no que podemos fazer para atrair uma audiência mais jovem para o nosso desporto”, concluiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.