Djokovic reage: «Espero que agora nos possamos focar só no ténis e no torneio que amo»

Djokovic reage: «Espero que agora nos possamos focar só no ténis e no torneio que amo»

Por Bola Amarela - janeiro 16, 2022

A enorme guerra legal que Novak Djokovic travou durante os dias que esteve na Austrália acabou perdida. O número um do mundo viu o tribunal federal não dar provimento ao recurso que visava anular a ordem de deportação por parte do Governo australiano e já acatou a decisão. O sérvio não vai poder disputar o Australian Open e irá deixar a Austrália em breve, sendo que reagiu quase imediatamente ao desfecho da novela.

“Vou tirar um tempo para descansar e recuperar antes de fazer mais comentários depois disto. Estou extremamente desapontado com a decisão de recusar o meu pedido de revisão judicial da decisão de cancelar o meu visto, o que quer dizer que não posso ficar na Austrália e participar no Australian Open. Respeito a decisão do tribunal e vou cooperar com as autoridades em relação à minha saída da Austrália”revelou.

Djokovic explicou ainda que não gostou de como os holofotes deixaram de estar no ténis para ficarem apontados simplesmente à sua polémica. “Estou desconfortável com o facto de o foco das últimas semanas ter estado em mim e espero que agora nos possamos focar só no ténis e no torneio que amo. Gostava de desejar aos jogadores, aos responsáveis do torneio, staff, voluntários e fãs o melhor para o torneio”, acrescentou.

Por fim, deixou uma mensagem a quem o apoia. “Finalmente, quero agradecer à minha família, amigos, equipa, adeptos, fãs e aos meus compatriotas sérvios pelo apoio contínuo. Foram uma grande fonte de força para mim”, rematou.

Novak Djokovic perde em tribunal e será deportado da Austrália

Bola Amarela