Djokovic elogia Federer, Nadal e avisa: «Isto não vai parar por aqui»

Djokovic elogia Federer, Nadal e avisa: «Isto não vai parar por aqui»

Por José Morgado - julho 11, 2021
djokovic-sorri

Novak Djokovic, campeão da edição de 2021 do torneio de Wimbledon, reagiu este domingo ao sexto título alcançado em Londres, que o deixa empatado com Roger Federer e Rafael Nadal no topo dos tenistas com maior número de títulos de Grand Slam da história do ténis masculino. O sérvio admite que a final não foi fácil e não esconde que este é um torneio especial.

“Foi mais do que uma batalha. O Matteo merece os parabéns pelo grande torneio e tenho a certeza que tem uma grande carreira pela frente. Tem um grande jogo, poderoso e senti hoje o seu poder, tal como em Paris. Wimbledon foi sempre um grande sonho para mim. É um torneio especial. Não dou nada por garantido. Quando tinha sete anos construía um troféu de Wimbledon de brincar e agora estou aqui com o troféu real nas mãos pela sexta vez. É uma história que não me canso de repetir”, confessou ainda em court.

E que significado tem igualar os 20 Majors dos seus dois maiores rivais? O sérvio não foge ao assunto e rasga elogios aos rivais. “Significa que nenhum de nós vai parar. Dou todo o mérito ao Rafa e ao Roger, que são lendas da nossa modalidade e os dois jogadores mais importantes que já defrontei na vida. Eles são a razão pela qual eu estou aqui hoje. Mostraram-me aquilo que eu tinha de melhorar em todos os aspetos. Perdi muito diante deles nos primeiros três ou quatro anos, mas depois as coisas mudaram e os últimos 10 anos têm sido incríveis. Mas isto não acaba aqui.”

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.