Diretor do Australian Open defende Djokovic: «Ele não fez exigências, mas sim sugestões»

Diretor do Australian Open defende Djokovic: «Ele não fez exigências, mas sim sugestões»

Por José Morgado - janeiro 19, 2021
djokovic-tiley

Novak Djokovic, número um do Mundo e maior campeão da história do Australian Open, liderou nos últimas dias um pedido às autoridades do país para aliviarem as regras apertadas da quarentena para os jogadores do primeiro Grand Slam da temporada e não só viu as suas intenções recusadas como acabou criticado e até mesmo… insultado.

Agora, Craig Tiley, diretor do Australian Open, veio defender o sérvio de 33 anos das acusações que lhe foram feitas. “O Djokovic escreveu uma nota com sugestões para as autoridades, mais nada. Nem ele, nem os restantes jogadores exigiram absolutamente nada. Ele já percebeu como é que as coisas se processam aqui. As notícias têm passado uma imagem pouco verdadeira daquilo que se tem passado em relação as jogadores. A grande maioria deles tem tido um ótimo comportamento”.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.