Diretor do ATP 500 Roterdão: «Trazer o Federer, Nadal e Djokovic não é uma prioridade»

Diretor do ATP 500 Roterdão: «Trazer o Federer, Nadal e Djokovic não é uma prioridade»

Por Nuno Chaves - fevereiro 14, 2020

O ATP 500 de Roterdão, prova que decorre esta semana, é um dos torneios desta categoria que mais estrelas costuma receber, ano após ano.

Ainda assim, tal como tem sido habitual nas últimas temporadas (com excepção de 2018), a competição holandesa não recebe a presença de Roger FedererRafa Nadal ou Novak Djokovic.

Ora, Richard Krajicek, diretor da prova, deu uma entrevista ao Nu.nl onde confessou que isso é algo que não o preocupa minimanente. “A ideia é ter em campo um elevado lote de jogadores e será igual para o ano que vem. Claro que estamos abertos à vinda do Big Three mas não é uma prioridade”, reconheceu.

Krajicek explicou o porquê. “Para trazer o Djokovic, Federer ou Nadal temos de esperar muito tempo antes de nos comprometermos. Em cada ano informam-nos quais os seus planos e aproveitamos a oportunidade para ver se estão disponíveis mas não deixamos tudo parado, esperando que finalmente venham. Lembro-me que em 2010 tive de esperar até outubro para ter o sim do Djokovic”, admitiu o antigo jogador.

Recorde-se que este ano, Daniil MedvedevStefanos TsitsipasGael MonfilsDavid Goffin foram os quatro top 10 confirmados no torneio.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.