Dimitrov bloqueia nas meias-finais como ninguém nos últimos quatro anos

Dimitrov bloqueia nas meias-finais como ninguém nos últimos quatro anos

Por Pedro Gonçalo Pinto - abril 17, 2022
dimitrov

Grigor Dimitrov voltou a ficar à porta de uma final, desta feita do Masters 1000 de Monte-Carlo. O búlgaro perdeu uma batalha de quase 100 erros não forçados com Alejandro Davidovich Fokina e certamente lamenta a oportunidade desperdiçada, mas este é um sentimento que conhece demasiado bem desde 2018.

É que Dimitrov tem apenas uma final nos últimos quatro anos, desde que conquistou as ATP Finals no final de um 2017 de altíssimo nível que fechou como número três mundial. Desde então, disputou dez meias-finais e venceu… uma. Foi em Roterdão, acabando por cair na final, pelo que o jejum de títulos se mantém.

Durante o mesmo período, com pelo menos dez ‘meias’, Dimitrov é o tenista com pior eficácia, ‘superando’ Laslo Djere (2-10), Denis Shapovalov (3-12), Pablo Carreño Busta (4-12) e David Goffin (4-9).

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.