De cortar a respiração! Kokkinakis salva dois match points em Adelaide e garante segunda final

De cortar a respiração! Kokkinakis salva dois match points em Adelaide e garante segunda final

Por Bola Amarela - janeiro 14, 2022

Com várias maratonas e encontros emocionantes, o dia só podia terminar de forma dramática. Que o diga Thanasi Kokkinakis, que tocou o céu, esteve quase no inferno e depois finalmente conseguiu fugir das trevas para bater Marin Cilic e garantir a segunda final da carreira. Num ambiente eletrizante em Adelaide, o tenista da casa, número 145 do ranking ATP, brilhou frente ao 29.º e agora vai à procura do seu primeiro título, após ter perdido a final de Los Cabos em 2017.

Kokkinakis celebrou com os parciais 6-2, 3-6 e 7-6(10), com destaque para o facto de ter salvo dois match points e de só ter aproveitado a sua sétima oportunidade. Mas vamos por partes. Depois de nos dois primeiros sets a história ficar dividida de forma justa, o terceiro arrancou de maneira confortável para Cilic, logo com um break. Kokkinakis reagiu, equilibrou e aguentou a pressão de Cilic antes de chegar o tie-break.

Aí foi a vez de o australiano, que tem tido uma carreira marcada por um calvário de lesões, descolar e chegar rapidamente ao 6-2, que parecia irrecuperável. Pois bem, Cilic venceu cinco pontos seguidos e ficou com match point no seu próprio serviço, mas também não conseguiu aproveitar. Ainda teve mais um a 8-7, salvo no serviço de Kokkinakis, antes de o tenista da casa desperdiçar mais dois e, por fim, festejar.

Na luta pelo título, Kokkinakis vai defrontar Arthur Rinderknech (58.º), um estreante em finais ATP. O francês bateu o compatriota Corentin Moutet (115.º), com os claros parciais 6-1 e 6-3, acabando por ficar a assistir tranquilo à dramática batalha na outra meia-final.

Bola Amarela