David Goffin vence “batalha” de 2h30 rumo às ‘meias’ no Estoril

Por Tiago Ferraz - 3 maio, 2019
David-Goffin

O tenista belga David Goffin colocou o seu nome no quadro das meias-finais do Millennium Estoril Open ao vencer, esta sexta-feira, o tunisino Malek Jaziri, em três ‘sets’, por 4-6 , 7-6(4) e 6-2, ao final de duas horas e 36 minutos.

O encontro começou com algum ascendente do tenista belga, que avançou para o ‘break’ no terceiro jogo (2-1), e serviu para o 3-1 no jogo seguinte.

Ainda assim, no sexto jogo, o tenista tunisino “devolveu” a quebra de serviço para fazer o 3-3, colocando o primeiro parcial totalmente em aberto.

O momento decisivo da partida inaugural surgiu, no décimo jogo, quando David Goffin não foi competente no seu serviço e “ofereceu” a vitória no ‘set’ a Malek Jaziri, que venceu por 6-4.

Na fase inicial da segunda partida, à semelhança do que aconteceu no primeiro parcial, Goffin fez o ‘break’ bem cedo, avançou, novamente, para o 2-1, e fez o 3-1 no quarto jogo.

O tenista belga, determinado a recuperar da desvantagem da primeira partida, continuou muito assertivo e, chegou a ter serviço para fazer o 5-1, mas inacreditavelmente, sofreu dois ‘breaks’ consecutivos, nos sexto e oitavo jogos, e permitiu a Jaziri reduzir a desvantagem para a margem mínima (5-4).

A servir para levar o encontro a uma terceira partida, pela segunda vez, David Goffin voltou a vacilar, perdeu o seu serviço, e colocou o resultado empatado (5-5) no décimo jogo.

No jogo seguinte, Malek Jaziri não teve problemas para ‘fechar’ o seu jogo de serviço, fez o 6-5, e colocou a responsabilidade toda do lado de Goffin que, desta vez, conseguiu vencer o seu jogo e levou o encontro a um ‘tie-break’.

No “desempate”, o tenista belga venceu por 7-4 e levou a decisão para uma terceira partida.

No ‘set’ decisivo, Goffin entrou muito dominador e, quebrou o serviço de Jaziri no segundo jogo, e avançou para o 3-0 com o seu serviço, ficando a três jogos das meias-finais do torneio luso.

Até final, David Goffin geriu a vantagem no parcial e, com novo ‘break’ no oitavo jogo, selou a vitória no encontro (6-2).

O tenista belga vai jogar o acesso à final do torneio português com o grego Stefanos Tsitsipas, primeiro cabeça-de-série, que foi, precisamente, o adversário da primeira meia-final do ano para o tenista belga, em Marselha, e que, esta sexta-feira, eliminou o português João Domingues.

 

 

Tiago Ferraz