Cornet: «Dizerem que há igualdade entre ATP e WTA dá-me vontade de rir»

Cornet: «Dizerem que há igualdade entre ATP e WTA dá-me vontade de rir»

Por José Morgado - novembro 12, 2020

Alizé Cornet, antiga top 15 mundial, confirmou esta quarta-feira que as jogadoras do circuito WTA estão a sofrer bastante neste período de pandemia, lembrando que têm tido muito menos oportunidades de competir do que os homens. Recorde-se que os últimos dois meses da época feminina costumam ser jogados na Ásia e todos esses torneios foram cancelados em 2020, entre os quais as WTA Finals de Shenzhen, ao contrário do que aconteceu com o ténis masculino, que conseguiu manter dois ATP 500, um Masters 1000 e as ATP Finals de Londres.

“Estamos a sofrer muito porque dependemos imenso do dinheiro da Ásia. O dinheiro das WTA Finals representa metade do orçamento do WTA. É colossal. Neste momento estamos simplesmente em modo sobrevivência. Está muito complicado fazer torneios femininos pequenos, porque eles não são rentáveis”, disparou a gaulesa em entrevista ao jornal ‘L’Equipe’.

Cornet ironizou ainda sobre as comparações que são feitas entre circuitos. “Dói-me o coração ver o calendário masculino e feminino nesta reta final de ano. Dizerem que há igualdade entre ATP e WTA dá-me vontade de rir”, disparou.

  • Categorias:
  • WTA
José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.