Como a derrota com Djokovic colocou Musetti... num buraco: «Perdi a vontade e a paixão»

Como a derrota com Djokovic colocou Musetti… num buraco: «Perdi a vontade e a paixão»

Por Nuno Chaves - setembro 29, 2021

Lorenzo Musetti é um dos jovens mais promissores do circuito e, este ano, teve como expoente máximo os oitavos de final de Roland Garros frente a Novak Djokovic.

O italiano vencia por dois sets a zero, no entanto, quebrou fisicamente, o número um mundial deu a volta ao marcador e desde aí… Musetti nunca mais foi o mesmo.

Desde esse duelo, o transalpino venceu apenas dois dos seus últimos dez jogos e, esta terça-feira, voltou a ter nova desilusão ao ser eliminado na primeira ronda do ATP 250 de Sofia por Dimitar Kuzmanov com os parciais de 6-7(4), 7-6(3) e 6-3, em mais de três horas.

Mas afinal o que é que mudou em Musetti? Numa entrevista à Gazetta Dello Sport, o número 61 mundial confessou que o duelo com Djokovic foi decisivo para esta fase tão negativa.

“Passei por um período realmente mau. Senti que já não tinha vontade, nem paixão. Tinha acabado com a minha namorada, são coisas que podem acontecer a todos os jovens, mas no meu caso juntaram-se várias coisas que acabaram por produzir este mau-estar”, confessou.

“Houve muitos dias que me senti mal em court, não tinha vontade de jogar. Ainda estou na fase de cura, se é que se pode dizer assim. Depois dos Jogos Olímpicos comecei a trabalhar com um psicólogo que conheço há muito tempo, a Federação disponibilizou-me e está a fazer-me bem. Abrir emocionalmente é importante”, referiu o jovem de 19 anos.

Musetti até confessou que tem mantido contacto com Djokovic… mas nunca para falar daquele duelo. “O Nole é uma pessoa muito especial, muito amável, creio que devia ter completado o Grand Slam em Nova Iorque. Desde então falámos umas vez mas nunca do nosso encontro. Treinar com ele é sempre um privilégio, pode ver-se de perto a sua forma de trabalhar, toda a atenção que coloca e em como cada detalhe é impressionante”, concluiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.