Cinco dados incríveis sobre a conquista de Barty no Australian Open

Cinco dados incríveis sobre a conquista de Barty no Australian Open

Por José Morgado - janeiro 29, 2022

Ashleigh Barty, de 25 anos, conquistou este sábado o título de singulares femininos do Australian Open 2022, fazendo história para a sua carreira e para o seu país com um memorável triunfo em Melbourne Park. O título de Barty encerra uma série de estatísticas impressionantes que mostram bem o quão impressionante foi.

42 e 34 ANOS. Os australianos esperaram 42 anos por voltar a ver uma jogadora da casa vencer o Australian Open e 34 para verem finalmente um tenista do país vencer o Happy Slam em Melbourne Park, palco para o qual a prova se mudou em 1988 e onde por lá se deverá manter por muito tempo.

SEXTA. Barty é a sexta tenista australiana da Era Open a vencer o Slam caseiro. Margaret Court (que venceu muitos antes da Era Open) e Evonne Googlagong Cawley (que entregou hoje o troféu) triunfaram por quatro vezes.

IGUALA KERBER. Ash Barty iguala Angelique Kerber entre as tenistas em atividade com três títulos de Grand Slam em singulares femininos. Está agora a um de Naomi Osaka e Kim Clijsters (4), a quatro de Venus Williams (7) e, claro, a 20 de Serena Williams (23).

POLIVALENTE. Depois dos títulos em Roland Garros 2019 e Wimbledon 2021, a líder WTA é a sétima mulher da Era Open a vencer Grand Slams em três superfícies diferentes. Sucede a Serena Williams, Steffi Graf, Martina Navratilova, Chris Evert, Maria Sharapova e  Hanna Mandlikova.

TRINTA. Barty é a primeira jogadora desde Mary Pierce, em 1995, a ceder 30 ou menos jogos a caminho do título de singulares femininos.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.