Chardy salva mão cheia de match points para fechar dia de surpresas

Chardy salva mão cheia de match points para fechar dia de surpresas

Por Bola Amarela - fevereiro 1, 2021
chardy-paris
Foto: Getty Images

O drama de mais um dia recheado de ténis ficou reservado mesmo para o fim. Jérémy Chardy parecia estar de malas feitas do Murray River Open, mas conseguiu uma incrível reviravolta para superar Marin Cilic, que continua a anos luz da sua melhor forma. O francês (66.º ATP) teve de salvar, imagine-se, cinco match points no tie-break do terceiro set, mas acabou mesmo por derrubar o gigante croata (43.º).

Cilic arrancou a todo o vapor, arrumou o primeiro set rapidamente e até teve pontos de break a 2-2 na segunda partida. Mas foi aí que Chardy acordou. O francês fechou a segunda partida e o terceiro set redundou num tie-break, mesmo depois de um par de breaks para cada lado. Na hora da verdade, Cilic teve vantagem de 6-3, 7-6 e 8-7, no entanto caiu com os parciais 2-6, 6-3 e 7-6(8).

Enquanto Adrian Mannarino foi dos poucos favoritos nesta prova a confirmar o estatuto, houve várias surpresas. Corentin Moutet deu a volta a Frances TiafoeMackenzie McDonald levou a melhor diante de Richard Gasquet, Federico Coria bateu Radu Albot e Jason Kubler superou Lorenzo Sonego. Nota ainda para a derrota de Thansi Kokkinakis, sem eficácia para ultrapassar o compatriota Alex Bolt.

Já no Great Ocean Road Open, a lógica imperou de forma mais natural. Kevin Anderson superou Feliciano Lopez num duelo de veteranos e Salvatore Caruso bateu Andreas Seppi numa batalha 100 por cento italiana. Isto num torneio que tem David Goffin e Karen Khachanov como cabeças de cartaz.

Bola Amarela