Calvário de Hyeon Chung não tem fim à vista: «Só faz alongamentos e fisioterapia»

Calvário de Hyeon Chung não tem fim à vista: «Só faz alongamentos e fisioterapia»

Por Bola Amarela - dezembro 30, 2021

Ainda se lembra de Hyeon Chung? Está quase a fazer quatro anos que o sul-coreano deslumbrou o Mundo e fez história para o ténis do seu país ao atingir as meias-finais do Australian Open, com vitórias sobre Alexander Zverev e Novak Djokovic pelo caminho. As expectativas rapidamente cresceram em torno desta jovem promessa que, por exemplo, destronou Kei Nishikori como melhor asiático no ranking, chegando a ser número 19 na hierarquia mundial masculina.

O problema é que, agora com 25 anos, Chung está apenas no 495.º posto e não compete desde setembro de 2020. Um autêntico calvário de lesões, com um grave problema de costas no topo das questões, deixa a carreira do sul-coreano envolta numa enorme sombra e a verdade é que não há luz ao fundo do túnel para já.

“Só faz alongamentos e fisioterapia”disse o pai de Hyeon Chung, vice-presidente da federação sul-coreana, em declarações à imprensa do seu país. “Hyeon é um perfecionista. Penso que ele vai voltar quando o corpo recuperar de forma perfeita”, acrescentou. Chung passou por intervenções cirúrgicas e agora resta saber de que forma vai voltar ao ATP Tour… Se voltar.

Bola Amarela