Bresnik: «Não ficava surpreso se Thiem vencesse entre 5 e 10 majors em 5 anos»

Bresnik: «Não ficava surpreso se Thiem vencesse entre 5 e 10 majors em 5 anos»

Por Tiago Ferraz - setembro 15, 2020
Thiem
NEW YORK, NEW YORK – SEPTEMBER 13: Dominic Thiem of Austria celebrates with championship trophy after winning in a tie-breaker during his Men’s Singles final match against Alexander Zverev of Germany on Day Fourteen of the 2020 US Open at the USTA Billie Jean King National Tennis Center on September 13, 2020 in the Queens borough of New York City. (Photo by Matthew Stockman/Getty Images)

O antigo treinador de Dominic Thiem, Gunther Bresnik, deu uma entrevista ao The New York Times onde falou do feito do austríaco no US Open.

“O nível do encontro fez-me pensar que esta foi uma das piores finais que vi na minha vida. Ainda assim, temos que ter em conta que são dois tenistas jovens que tentavam fazer algo que nunca tinham feito nas suas vidas. Para mim, quem tem a melhor técnica tem vantagem numa final e o Dominic tem a melhor técnica. É o rapaz que merecia um título do Grand Slam desde 2016, tirando os big three”, revela, citado pelo Punto de Break.

Para Gunther Bresnik, este título de Dominic Thiem não tem um peso diferente pelo facto de parte do Big Three não ter estado presente e fala das possibilidades em Grand Slams para o austríaco nos próximos anos:

“Para que o Thiem passe de uma superfície a outra, diria que ele precisa apenas de meia hora. Está muito habituado a isto. Disse, durante 10 anos, que o melhor momento para um tenista hoje é entre os 26 e os 33 anos. Não me surpreenderia nada se Dominic Thiem vencesse entre cinco e 10 títulos do Grand Slam nos próximos cinco anos”, disse.

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.