Becker: «Em algum momento vou deixar de ser figura pública. Ninguém vai saber de mim»

Becker: «Em algum momento vou deixar de ser figura pública. Ninguém vai saber de mim»

Por Tiago Ferraz - dezembro 10, 2020
Boris-Becker

O antigo tenista alemão e número um mundial Boris Becker deu uma entrevista à TennisNet onde falou de vários temas bastante interessantes e revela o que quer que aconteça num futuro não muito longínquo.

“Em algum momento vou deixar de ser uma figura pública. Não sei quando será, mas vou desligar e ninguém vai mais saber de mim”, ressalvou.

Boris Becker diz-se ainda surpreendido por continuar a ser notícia fora dos courts de forma contínua:

“Pensei que mais tarde ou mais cedo eu ia deixar de ser notícia. Surpreende-me muito que, aos 53 anos, ainda continue debaixo dos holofotes. Parece que se o meu nome não aparecer nas histórias ninguém consegue vender. Aceito que todos possam ter uma opinião sobre mim, mas é estranho que muitas pessoas me juguem por situações que nem sequer conhecem. A grande culpa disto tudo é da imprensa alemã que muitas vezes dão notícias falsas”, ressalvou, citado pelo Punto de Break.

Recorde-se que após o final da sua carreira Boris Becker não teve a vida tão facilitada quanto se podia esperar de um campeão que já ganhou tanto dinheiro ao longo de tantos anos: o alemão ‘desligou’ do ténis e dedicou-se ao póquer onde terá perdido mesmo muito dinheiro. Como resultado da falta de gestão das suas receitas, Boris Becker acumulou milhares de euros em dívidas que se estimam estar fixadas em milhões de euros sendo que, por exemplo, o seu antigo sócio pediu-lhe 36,5 milhões de euros. Entretanto, no final de 2019, conseguiu o “perdão” de uma dívida milionária que detinha há mais de quatro anos. Além disso, o alemão chegou a leiloar os troféus que venceu para ganhar dinheiro e ajudar a pagar as dívidas.

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.