Becker alerta: «Nenhum jogador no ativo com menos de 28 anos esteve numa final do Grand Slam além do Thiem»

Por Bola Amarela - 11 junho, 2019

A vida não corre de feição aos jovens jogadores no circuito profissional, sobretudo quando se trata de Grand Slams. Boris Becker relembra isso mesmo, no rescaldo da final de Roland Garros, jogada entre Rafael Nadal, de 33 anos, e Dominic Thiem, de 25.

“Nenhum jogador no ativo com menos de 28 anos esteve numa final do Grand Slam, além do Thiem”, apontou o antigo número um mundial, que assumiu funções de comentador no Eurosport durante o Grand Slam parisiense. “Isso não é um bom sinal. Não é um elogio para quem está abaixo dos 28 anos, e não me venham dizer que os outros são demasiado bons. O que devemos é questionar a atitude dos jogadores com menos de 28 anos. Simplesmente não faz sentido”, acrescentou.

“Por muito que respeite o Roger [Federer], o Rafa [Nadal] e o Novak [Djokovic], os mais jovens têm de se fazer notar. Queremos ver a passagem de testemunho enquanto eles estão no auge”, afirmou Becker, indicando aquele que considera ser o principal problema das gerações mais novas

“É uma questão de mentalidade. Há uma certa mentalidade que eles não têm e que os outros três têm. Não se trata da direita ou do físico. É a mentalidade e a atitude que fazem a diferença entre ganhar e perder”, defendeu a antiga lenda alemã, campeão de seis títulos do Grand Slam.