Basilashvili vai a julgamento num alegado caso de violência doméstica

Basilashvili vai a julgamento num alegado caso de violência doméstica

Por Tiago Ferraz - outubro 22, 2020
basilashvili

Nikoloz Basilashvili foi acusado pela sua ex-mulher de violência doméstica e teve mesmo de pagar uma fiança no valor de 28 mil euros, após ser detido pela polícia da Geórgia, para sair da prisão.

Ana Abashidze, ativista dos direitos humanos das mulheres na Geórgia, diz que este é um caso que pode ter fortes repercussões:

“Este não é só um caso. Isto pode mudar a opinião pública e a perceção das pessoas sobre a violência doméstica”, salientou.

Tamar Dekanosidze, do grupo georgiano “Igualdade Já” diz que há uns anos não era possível julgar um caso deste género e destaca as mudanças:

“Isto não era possível em 2013 ou 2014, por exemplo, quando a violência doméstica estava pensada como um assunto privado em que as autoridades não podiam intervir”, ressalvou.

A defesa de Basilashvili preferiu não fazer declarações, mas diz que “todas as acusações são falsas”.

Basilashvili corre o risco de ficar preso entre um e três anos se for condenado no pós julgamento. Até lá, decorre o princípio de presunção de inocência.

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.