Barty com exibição digna de número um para bater Kenin rumo às 'meias' em Adelaide

Barty com exibição digna de número um para bater Kenin rumo às ‘meias’ em Adelaide

Por José Morgado - janeiro 7, 2022
barty-adelaide

Ashleigh Barty, número um do Mundo e que esteve muito perto de perder o seu primeiro encontro de 2022 diante da norte-americana Coco Gauff, apresentou esta sexta-feira impressionantes melhorias para se qualificar de forma concludente para as meias-finais do WTA 500 de Adelaide, na Austrália, onde está a iniciar a nova temporada.

A líder mundial, de 25 anos, derrotou nos quartos-de-final a jovem norte-americana Sofia Kenin, 12.ª da hierarquia mundial e campeã do Australian Open em 2020, por 6-3 e 6-4, num encontro em que disparou uns impressionantes 17 ases em 10 jogos de serviço, perdendo apenas um ponto (!) no seu primeiro serviço em todo o encontro. Barty aguarda por outro encontro entre duas campeãs de Grand Slam — Victoria Azarenka e Iga Swiatek — para saber quem defronta nas meias-finais de singulares. A australiana também está, entretanto, na final de pares ao lado da compatriota Storm Sanders.

A outra meia-final de singulares em Adelaide vai colocar frente a frente a cazaque Elena Rybakina, sétima cabeça-de-série e número 14 mundial, e a surpreendente japonesa Misaki Doi, número 105 WTA. Rybakina sobreviveu à norte-americana Shelby Rogers (40.ª WTA), por 3-6, 6-3 e 6-2, ao passo que Doi impôs-se em três horas à jovem eslovena Kaja Juvan (100.ª), por 6-3, 4-6 e 7-6(5).

  • Categorias:
  • WTA
José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.