Ash Barty: «Jogo cada torneio para dar o melhor de mim»

Ash Barty: «Jogo cada torneio para dar o melhor de mim»

Por Tiago Ferraz - janeiro 20, 2020
barty

A tenista australiana e número um mundial Ashleigh Barty é considerada por muitos como uma das grandes favoritas à vitória no Australian Open e falou aos órgãos de comunicação social sobre a forma como se sente após vencer o compromisso da primeira ronda:

«Estou muito emocionada por chegar a este torneio como número um do mundo. Foi incrível o que aconteceu durante todo o ano, venci o meu primeiro Grand Slam e passei a ser número um do mundo. Além disso, venho de umas boas semanas aqui na Austrália e espero que aqui em Melbourne esta boa dinâmica se mantenha o máximo de tempo possível», afirmou a australiana.

A tenista australiana chega a Melbourne depois de um triunfo no WTA de Adelaide algo que foi reforçado por Ash Barty:

«É óbvio que ser campeã dias antes de começar um Grand Slam é muito bom. Apesar de tudo penso que, se não tivesse vencido o torneio de Adelaide, continuaria a dizer que a minha preparação para este torneio tinha sido muito boa. Estou contente e estou muito bem fisicamente. Foi muito emocionante ser campeã num torneio australiano uma vez que é uma “espinha” que sempre tive nestes últimos anos…», disse.

Quanto à eventual pressão por jogar em casa, Ash Barty desvaloriza a questão:

«É verdade que, nas últimas semanas, se falou muito das minhas hipóteses de vencer aqui (no Australian Open). Para mim não significa que haja uma pressão extra uma vez que eu não leio jornais nem vejo muitas redes sociais. Jogo cada torneio para dar o melhor de mim. É incrível todo o carinho e apoio que tenho recebido nos últimos tempos por parte de todo o público australiano. Tenho claro (na cabeça) que, cada vez que vou para o court, tenho que jogar o meu melhor ténis para poder recompensar-lhes da melhor maneira possível»,afirmou.

Ash Barty espera agora pela vencedora do encontro entre Rebecca Peterson e Polona Hercog (que jogam apenas esta terça-feira) para saber quem defronta na segunda ronda.

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.