Andy Murray: «Hoje em dia, não tenho que provar nada a ninguém»

Andy Murray: «Hoje em dia, não tenho que provar nada a ninguém»

Por Tiago Ferraz - outubro 21, 2020
andy-murray

O tenista britânico Andy Murray, antigo número um mundial, desistiu do ATP 250 de Colónia 2 devido a nova lesão, mas puxa dos galões.

“Hoje em dia, eu não tenho que provar nada a ninguém. Vou jogar todo o tempo que puder. (…) Tenho estado a contas com dificuldades físicas nos treinos e nos encontros, mas infelizmente, no meu último encontro, as dores eram mais evidentes. Estou triste. Tive que desistir de Colónia esta semana. Tenho estado a tratar uma tendinite no pulso esquerdo que me tem incomodado, ocasionalmente, desde o US Open”, disse, citado pelo Punto de Break, via Tennis World.

Recorde-se que Andy Murray já fez saber que, se dentro de um ano estiver dentro do top 10 mundial, o cenário mais provável será deixar de jogar ténis.

 

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.