Alcaraz: «Nem quis acreditar quando Djokovic disse que o que eu tinha feito era incrível»

Alcaraz: «Nem quis acreditar quando Djokovic disse que o que eu tinha feito era incrível»

Por Bola Amarela - novembro 25, 2021

Carlos Alcaraz foi uma das grandes histórias de 2022, ao brilhar de tal forma que já é o número 32 do ranking ATP. Com apenas 18 anos, o jovem prodígio espanhol escreveu um texto para o Eurosport, no qual confessa que não iria acreditar se lhe dissessem que ia ter uma temporada destas. Mas Alcaraz faz uma autêntica viajem na sua época histórica.

“Defrontei Nadal em Madrid, Zverev em Acapulco e Medvedev em Wimbledon. Talvez sejam encontros em que não jogas bem, mas aprendes para os próximos. E teve muito valor para mim acabar 2021 a ganhar as NextGen ATP Finals”destacou, antes de olhar já para 2022.

“Em 2022 quero continuar a ganhar experiência e o foco de ganhar mais, já que já estou entre os melhores. É óbvio que adorava ganhar um Masters 1000 ou um Slam, mas talvez um ATP 500 seja o objetivo que coloco para a próxima temporada”, sustentou.

Por outro lado, revelou o que lhe passou pela cabeça quando recebeu fortes elogios de Novak Djokovic“Nem quis acreditar quando Djokovic disse que o que eu tinha feito era incrível. Mandei-lhe uma mensagem para agradecer. Ferrero, o meu treinador, não gosta que me comparem com Nadal. Ele quer que eu esteja centrado em mim, que seja o Carlos Alcaraz e que não tente imitar ninguém”, rematou.

Bola Amarela