Alcaraz encantado com Portugal: «É um torneio digno para jogar e preparar Roland Garros»

Alcaraz encantado com Portugal: «É um torneio digno para jogar e preparar Roland Garros»

Por Nuno Chaves - maio 19, 2021
Foto: Sara Falcão/FPT

Carlos Alcaraz, uma das grandes estrelas do Challenger de Oeiras, sofreu mas conseguiu encontrar o caminho para se qualificar para os quartos-de-final.

O jovem de apenas 18 anos analisou a sua vitória, em particular, o mau início de jogo. “Não comecei muito bem e ele jogou a um grande nível. Tentei ficar na frente durante o primeiro set, não consegui. Estive um pouco negativo no primeiro e segundo set mas depois comecei a acalmar-me, a ver as coisas de uma forma clara, com mais intensidade e consegui dar a volta, tudo correu melhor”, confessou o prodígio espanhol.

Alcaraz também justificou o porquê de estar a jogar um Challenger em Portugal, na semana que antecede o qualifying de Roland Garros. “Sinto-me muito cómodo aqui, o court está muito bom e o torneio está muito bom. Adoro o clube, adoro o ambiente. Este é um sítio muito bonito e muito bom para se jogar. Há aqui grandes jogadores e este é um torneio digno para se jogar e preparar Roland Garros”, concluiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.