Alcaraz com ambição máxima para 2022: «Chegar às ATP Finals não é impossível»

Alcaraz com ambição máxima para 2022: «Chegar às ATP Finals não é impossível»

Por Nuno Chaves - janeiro 14, 2022
epa09572651 Carlos Alcaraz of Spain reacts during the match against Holger Vitus Rune of Denmark on the first day of the 2021 Next Generation ATP Finals exhibition tennis tournament in Milan, Italy, 09 November 2021. Next Generation ATP Finals run from 09 to 13 November 2021. EPA/MATTEO BAZZI

No meio de toda a turbulência que se vive em Melbourne, a verdade é que na segunda-feira arranca mesmo o Open da Austrália, que vai marcar a estreia de vários tenistas em 2022.

Carlos Alcaraz é um dos casos e a expectativa à volta do talentoso espanhol é alta. O próprio tem essa noção, prova disso são as suas ambições. “A temporada passada foi um grande ano para mim, um ano onde cumpri os meus objetivos. É certo que durante o ano não podes pensar em tudo o que estás a viver, mas quando termina e passas um pouco em casa, já tens esses pensamento de tudo o que viveste e cumpriste”, admitiu ao Eurosport.

“Tenho muitas dificuldades de começar 2022 aqui. Para este ano, terminar no top 15 é um bom objetivo. Lutar pelas ATP Finals é uma meta super difícil, ainda que não seja impossível”, atirou o atual 33.º do ranking mundial.

Sobre o Australian Open, Alcaraz também tem o objetivo definido mas sabe bem das dificuldades que vai enfrentar. “Seja quem for, se estás a jogar o quadro final do Australian Open é porque estão a jogar a um grande nível, por isso, terei os dias necessários para preparar o encontro. Espero superar o nível do ano passado, a partir da terceira ou quarta ronda já é um bom resultado para primeiro torneio da temporada”, concluiu.

Alcaraz, recorde-se, vai defrontar na primeira ronda o qualifier Alejandro Tabilo.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.