A revelação de Federer: «Era um aluno medíocre, cansava-me de estar ali sentado»

A revelação de Federer: «Era um aluno medíocre, cansava-me de estar ali sentado»

Por Nuno Chaves - fevereiro 17, 2020
federer

O histórico encontro solidário com Rafa Nadal ainda continua na mente de Roger Federer e o suíço voltou a demonstrar toda a sua paixão em ajudar as crianças mais necessitadas.

Em entrevistada ao Schweizer Illustrierte, o número três mundial explicou o porquê da sua Fundação ser direcionada para a parte da educação. “Fui eu que decidi. Na minha vida sempre soube que queria fazer algo bom pelas crianças e não só à distância, mas também estando eu presente. Tal como a saúde, é tudo na vida”, referiu o tenista de 38 anos.

Federer também revelou um pormenor… muito interessante. “No meu caso fui muito feliz a ir à escola, podia jogar ténis e sempre tive a sorte de ter bons professores. Eu era um aluno mediocre, mas sempre tentei. Às vezes cansava-me de estar ali sentado, a ouvir. Tinham de usar todos os truques de motivação para captar a minha atenção”, brincou o helvético.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.